Assim nasceu a Da Hui

Clube fundado por Eddie Rothman, Squiddy, Petter Dane e outros “Braddahs” da costa norte de Oahu, Hawaii.

Em meados de 1975, cansados dos “Haoles” do continente (USA) e Austrália que em suas visitas à ilha desrespeitavam os locais e ainda queriam dominar as ondas, começaram a ficar conhecidos e impor respeito.


Foram notados pela primeira vez em um torneio de surf realizado no Hawaii em 1976.

Eram chamados de “Da Black Trunks” – uma referência as bermudas que eles usavam.

Por um bom tempo todos usavam a mesma bermuda feita pela Quiksilver, mas Eddie Rothman, Amona Bryan, Stant Kawika Sr. e Clyde Aikau decidiram criar uma linha de vestuário independente, que representasse o orgulho e o espírito do povo havaiano.

Eles invadiram a segunda bateria do torneio, remando em todas as ondas e ninguém tinha o que fazer.

Fred Hemmings (realizador do evento) chegou a pedir que alguns locais conhecidos dele entrassem na água para deter os Hui. E a resposta foi:
– Você não sabe quem são eles?
– Não. (Disse Fred.)
– Eles são os Da Hui, e ninguém mexe com eles…


Não era só marra. Era um protesto contra as organizações e patrocinadores que usavam as águas havaianas para torneios sem sequer um competidor local.

Desde então essa não é a única luta. A Da Hui também colabora diretamente com projetos de limpeza das praias e oceanos (Keep Da Ocean Clean), os times de salva-vidas Da Hui com suas unidades espalhadas em todas as ilhas e outras instituições de cuidados sócio-ambientais.


Assim
nasceu a
Da Hui

Clube fundado por Eddie Rothman, Squiddy, Petter Dane e outros “Braddahs” da costa norte de Oahu, Hawaii.

Em meados de 1975, cansados dos “Haoles” do continente (USA) e Austrália que em suas visitas à ilha desrespeitavam os locais e ainda queriam dominar as ondas, começaram a ficar conhecidos e impor respeito.


Foram notados pela primeira vez em um torneio de surf realizado no Hawaii em 1976.

Eram chamados de “Da Black Trunks” – uma referência as bermudas que eles usavam.

Por um bom tempo todos usavam a mesma bermuda feita pela Quiksilver, mas Eddie Rothman, Amona Bryan, Stant Kawika Sr. e Clyde Aikau decidiram criar uma linha de vestuário independente, que representasse o orgulho e o espírito do povo havaiano.

Eles invadiram a segunda bateria do torneio, remando em todas as ondas e ninguém tinha o que fazer.

Fred Hemmings (realizador do evento) chegou a pedir que alguns locais conhecidos dele entrassem na água para deter os Hui. E a resposta foi:
– Você não sabe quem são eles?
– Não. (Disse Fred.)
– Eles são os Da Hui, e ninguém mexe com eles…


Não era só marra. Era um protesto contra as organizações e patrocinadores que usavam as águas havaianas para torneios sem sequer um competidor local.

Desde então essa não é a única luta. A Da Hui também colabora diretamente com projetos de limpeza das praias e oceanos (Keep Da Ocean Clean), os times de salva-vidas Da Hui com suas unidades espalhadas em todas as ilhas e outras instituições de cuidados sócio-ambientais.



Assim nasceu a Da Hui

Clube fundado por Eddie Rothman, Squiddy, Petter Dane e outros “Braddahs” da costa norte de Oahu, Hawaii.

Em meados de 1975, cansados dos “Haoles” do continente (USA) e Austrália que em suas visitas à ilha desrespeitavam os locais e ainda queriam dominar as ondas, começaram a ficar conhecidos e impor respeito.


Foram notados pela primeira vez em um torneio de surf realizado no Hawaii em 1976.

Eram chamados de “Da Black Trunks” – uma referência as bermudas que eles usavam.

Por um bom tempo todos usavam a mesma bermuda feita pela Quiksilver, mas Eddie Rothman, Amona Bryan, Stant Kawika Sr. e Clyde Aikau decidiram criar uma linha de vestuário independente, que representasse o orgulho e o espírito do povo havaiano.

Eles invadiram a segunda bateria do torneio, remando em todas as ondas e ninguém tinha o que fazer.

Fred Hemmings (realizador do evento) chegou a pedir que alguns locais conhecidos dele entrassem na água para deter os Hui. E a resposta foi:
– Você não sabe quem são eles?
– Não. (Disse Fred.)
– Eles são os Da Hui, e ninguém mexe com eles…


Não era só marra. Era um protesto contra as organizações e patrocinadores que usavam as águas havaianas para torneios sem sequer um competidor local.

Desde então essa não é a única luta. A Da Hui também colabora diretamente com projetos de limpeza das praias e oceanos (Keep Da Ocean Clean), os times de salva-vidas Da Hui com suas unidades espalhadas em todas as ilhas e outras instituições de cuidados sócio-ambientais.



Assim
nasceu a
Da Hui

Clube fundado por Eddie Rothman, Squiddy, Petter Dane e outros “Braddahs” da costa norte de Oahu, Hawaii.

Em meados de 1975, cansados dos “Haoles” do continente (USA) e Austrália que em suas visitas à ilha desrespeitavam os locais e ainda queriam dominar as ondas, começaram a ficar conhecidos e impor respeito.


Foram notados pela primeira vez em um torneio de surf realizado no Hawaii em 1976.

Eram chamados de “Da Black Trunks” – uma referência as bermudas que eles usavam.

Por um bom tempo todos usavam a mesma bermuda feita pela Quiksilver, mas Eddie Rothman, Amona Bryan, Stant Kawika Sr. e Clyde Aikau decidiram criar uma linha de vestuário independente, que representasse o orgulho e o espírito do povo havaiano.

Eles invadiram a segunda bateria do torneio, remando em todas as ondas e ninguém tinha o que fazer.

Fred Hemmings (realizador do evento) chegou a pedir que alguns locais conhecidos dele entrassem na água para deter os Hui. E a resposta foi:
– Você não sabe quem são eles?
– Não. (Disse Fred.)
– Eles são os Da Hui, e ninguém mexe com eles…

Não era só marra. Era um protesto contra as organizações e patrocinadores que usavam as águas havaianas para torneios sem sequer um competidor local.

Desde então essa não é a única luta. A Da Hui também colabora diretamente com projetos de limpeza das praias e oceanos (Keep Da Ocean Clean), os times de salva-vidas Da Hui com suas unidades espalhadas em todas as ilhas e outras instituições de cuidados sócio-ambientais.